Estou ciente de que os dados fornecidos são exclusivamente para cadastro mencionado no formulário. Após finalização, os dados serão armazenados pela ASTECONT - Contabilidade de forma segura, apenas com a finalidade de manter histórico de atividades realizadas e sem hipótese de transmissão a terceiros, conforme Lei Nº 13.709 - Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)
Área do Cliente:

Nova prorrogação do Auxílio Emergencial e as datas de pagamento da última parcela

A última parcela do Auxílio Emergencial está marcada para começar a ser paga já na próxima semana e se encerrará ainda no final deste mês. Contudo, o clima do governo é de tensão, tendo em vista que a grande aposta do Ministério da Economia, o Auxílio Brasil está cada vez mais longe de sair e como consequência a pressão para liberação de uma nova prorrogação do auxílio é cada vez maior.

Prorrogação e o Ministério da Economia

De acordo com fontes internas do Ministério da Economia, já foi declarado em reuniões internas que o ministro Paulo Guedes não dará o aval para uma nova prorrogação do auxílio emergencial caso o mesmo venha através de um novo crédito extraordinário, onde as despesas com os novos pagamentos ficariam de fora do teto de gastos.

Um dos grandes receios de Guedes é que com uma nova prorrogação do benefício fora do teto de gastos, a prorrogação abriria espaço no orçamento para recursos destinados a emendas parlamentares. Além disso, não há justificativa fiscal que justifique uma nova prorrogação do benefício.

O cenário de pressão política pelo aumento de gastos com emendas parlamentares e obras que podem ser consideradas eleitorais, joga o governo em um impasse que pode significar a ruptura do Ministério da Economia, que para muitos definem que a nova prorrogação do benefício poderia se tornar negativo ao ponto de se voltar contra o presidente, Jair Bolsonaro, pelo cenário do populismo fiscal, além dos altos índices de inflação e a perda de credibilidade da gestão atual.

Sétima parcela

Assim, enquanto o governo se vê em uma verdadeira guerra interna, o que temos de concreto sobre o auxílio emergencial até o momento é o pagamento da sétima e última parcela do benefício, que foi inicialmente elaborado em quatro parcelas, mas que devido ao atraso na vacinação acabou ganhando mais três parcelas.

Sendo assim, vamos conferir o pagamento da sétima e até o momento última parcela do benefício em 2021.

Calendário de pagamentos do Bolsa Família

O cronograma de pagamentos da sétima parcela para o Bolsa Família se inicia na próxima segunda-feira (18) e se encerrará em uma sexta-feira (29).

  • NIS final 1 – Recebem dia 18 de outubro
  • NIS final 2 – Recebem dia 19 de outubro
  • NIS final 3 – Recebem dia 20 de outubro
  • NIS final 4 – Recebem dia 21 de outubro
  • NIS final 5 – Recebem dia 22 de outubro
  • NIS final 6 – Recebem dia 25 de outubro
  • NIS final 7 – Recebem dia 26 de outubro
  • NIS final 8 – Recebem dia 27 de outubro
  • NIS final 9 – Recebem dia 28 de outubro
  • NIS final 0 – Recebem dia 29 de outubro

 

Público geral – Calendário de depósito em conta poupança social digital

O pagamento da última parcela para o público geral em conta poupança social digital se inicia no dia 20 de outubro e se encerrará no dia 31 de outubro.

  • Nascidos em janeiro – Recebem dia 20 de outubro
  • Nascidos em fevereiro -Recebem dia 21 de outubro
  • Nascidos em março – Recebem dia 22 de outubro
  • Nascidos em abril – Recebem dia 23 de outubro
  • Nascidos em maio – Recebem dia 23 de outubro
  • Nascidos em junho – Recebem dia 26 de outubro
  • Nascidos em julho – Recebem dia 27 de outubro
  • Nascidos em agosto – Recebem dia 28 de outubro
  • Nascidos em setembro –Recebem dia 29 de outubro
  • Nascidos em outubro – Recebem dia 30 de outubro
  • Nascidos em novembro – Recebem dia 30 de outubro
  • Nascidos em dezembro – Recebem dia 31 de outubro

Público geral – Calendário de saque em espécie e transferência bancária

O calendário de saques em dinheiro da última parcela para o público geral correrá no mês de novembro, entre os dias 1 a 19.

  • Nascidos em janeiro – Recebem dia 1º de novembro
  • Nascidos em fevereiro – Recebem dia 3 de novembro
  • Nascidos em março – Recebem dia 4 de novembro
  • Nascidos em abril – Recebem dia 5 de novembro
  • Nascidos em maio – Recebem dia 9 de novembro
  • Nascidos em junho – Recebem dia 10 de novembro
  • Nascidos em julho – Recebem dia 11 de novembro
  • Nascidos em agosto – Recebem dia 12 de novembro
  • Nascidos em setembro – Recebem dia 16 de novembro
  • Nascidos em outubro – Recebem dia 17 de novembro
  • Nascidos em novembro – Recebem dia 18 de novembro
  • Nascidos em dezembro – Recebem dia 19 de novembro